quarta-feira, 19 de agosto de 2009

3 Jeitos de Escrever e Emagrecer


Encontrei na revista da editora Abril (Saúde é Vital) uma matéria sobre escrever e emagrecer, muito interessante:

Seus maiores aliados para perder peso podem ser a caneta, o papel ou, quem sabe, o email.

Novas pesquisas e um bestseller americano que acaba de ser lançado no Brasil mostram que muitas pessoas conseguem ótimos resultados na batalha contra os quilos extras com uma medida bem simples: adotando o hábito de escrever todos os dias. Escrever o quê? Bem, aí as estratégias variam. “No fundo, o que todas elas fazem é dar uma chance para o indivíduo refletir sobre o que come”. Se alguém consegue adquirir a disciplina de escrever algumas linhas sobre seus sentimentos antes de cair de boca em um doce, por exemplo, sem dúvida ganhará um tempo precioso para refletir e talvez até desista de sabotar a dieta", a chave para emagrecer é conseguir se expressar e jogar para fora frustrações e pensamentos negativos.

1. Monte uma lista de alimentos especiais.

Não vale incluir qualquer comida. E, por favor, sinceridade é fundamental. Ou seja, não procure escrever o nome de alguma coisa “nutritiva e gostosa”, se no ranking de suas predileções ela perde para outra, digamos, menos saudável mas alucinante para o seu paladar. Os cinco primeiros colocados no coração e ponto. Em seguida, releia tudo e procure pensar se dá para se permitir alguns desses alimentos de vez em quando em uma dieta saudável e como isso aconteceria. Por exemplo: se você ama chocolate, pode valer muito a pena assumir essa paixão e fazer uma refeição bem leve para se presentear, depois, com um bombom, em vez de se negar esse prazer.

2. Faça um diário.

Anotar em uma folha de caderno como foi o seu dia, sem omitir, é claro, aquilo que você comeu e qual foi o tempo dedicado à atividade física.

Ao registrar no texto que o plano de emagrecimento foi seguido corretamente ao longo de 24 horas, você se sente muito mais motivado a repetir a façanha no dia seguinte. De acordo com os cientistas, escrever é ótimo até mesmo quando o sujeito derrapa na dieta e belisca aquele doce “proibido”, por exemplo. A experiência de assumir a pisada na bola seria importante para evitar novos tropeços, pensam os cientistas.

3. Mande um email

Cada vez que for levar um lanche à boca, disparar uma mensagem curta e grossa contando que pretende comer e o quê. Pode ser para o email de um amigo de confiança ou, melhor ainda, para si próprio. O importante é dar esse tempinho de digitar a mensagem. Afinal, bastam 15 segundos de pausa, para que o comer deixe de ser um ato inconsciente e compulsivo.

creditos: Lúcia Helena de Oliveira (revista Saúde é Vital- Ed. Abril)

link para a matéria completa

Estamos no caminho certo amigas.
bjs

10 comentários:

  1. Muito interessante mesmo
    Bjinhus

    ResponderExcluir
  2. eu tb sou assim...não gosto de comer muitos legumes...entao sempre tapeio fazendo receitas mais elaboradas...rsrs

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. E como estamos ...rsrs ... e isso funciona mesmo ... kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Rose, ótimo blog. Parabéns, já sou sua seguidora.
    agradeço sua visita e por tornar-se minha seguidora tb.
    Volte Sempre!!!
    Bjs.
    Eliane

    ResponderExcluir
  6. Obrigada por seguir o FITNESS tb.
    Bjs.
    Eliane

    ResponderExcluir
  7. Bem legal esta matéria!
    Tô começando minha dieta agora e espero ter a mesma força de vontade que vc!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Rose, não sou uma pessoa compusiva, mais gosto de uma massa e chocolate, Quando eu atingir minha meta vou me presentiar, com serteza vai ser porções pequena, mais não podemos se privar de comer, se somos desiplinada nas alimentações, podemos venscer todos os obistacúlos!ok fica com Deus.

    ResponderExcluir
  9. Pode até ser mais quando bate aquela vontade louca de comer uma coisa gostosa de que adoramos é dificil parar e escrever ou até mesmo no meu caso acho que não resolveria pelo que me conheço comeria igual.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, essa é a maior força que você me dá.